Marta ganha na Justiça direito de resposta contra Dória

Marta ganha na Justiça direito de resposta contra Dória

Posted by on 12 set, 2016

O juiz Sérgio da Costa Leite, do marta-suplicy-joacc83o-doria de São Paulo, concedeu nesta segunda-feira direito de resposta à candidata à prefeita Marta Suplicy (PMDB) ante uma informação errada veiculada pela propaganda eleitoral do candidato João Dória (PSDB) na TV e no rádio.

Em propaganda que foi ao ar na última sexta-feira, um narrador afirma que Marta “não entregou nenhuma Unidade Básica de Saúde (UBS) em São Paulo”, quando foi prefeita de São Paulo, de 2001 a 2005. A campanha da peemedebista cita a inauguração da UBS Hélio Moreira Salles, na Zona Sul da capital, em julho de 2003, para rebater o conteúdo da inserção. “[Eles] divulgaram informação sabidamente inverídica, com a finalidade de obter vantagem eleitoral”, diz representação da coligação de Marta, a “Acelera São Paulo”.

O juiz reconheceu que a propaganda foi “irregular” por trazer “informação falsa” e deferiu o pedido. Com isso, a candidata ganhou um minuto de direito de resposta na propaganda eleitoral de Dória, que será transmitida às 7 e às 12 horas em rádio e televisão.

“O objetivo primordial da propaganda (…) deve ser a apresentação dos candidatos envolvidos e a efetiva divulgação de propostas dos mesmos, ensejando o pleno exercício pelo eleitor do direito de optar por aquele que entender melhor representar seus anseios e prioridades. (…) O eleitor não pode ser levado a exercer a opção através de informações inverídicas”, escreveu o juiz na decisão.

Por meio de sua assessoria, a campanha de Dória “admite que errou ao afirmar que ela [Marta] não entregou UBSs quando prefeita em São Paulo”. “Na verdade, ela não entregou novos leitos”, diz o texto.

Fonte: veja.abril

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *