O uso do rádio na formação da imagem

O uso do rádio na formação da imagem

Posted by on 6 abr, 2014

RADIO

O rádio é sem duvida um dos melhores meios de comunicação numa campanha eleitoral, pois chega a todos os lugares e é uma forma de comunicação em massa.

Em Brasília o “Programa Os Cabeças da Notícia” da rádio Mania 104,1 FM é um bom exemplo de construção de imagem. Vou além, digo que é o marketing político em ação.

O programa é transmitido de segunda a sexta-feira das 7h às 9h e conta com a participação de alguns pré-candidatos.

O apresentador Toninho Pop é um dos maiores comunicadores do DF, já foi candidato, e é pré-candidato nas eleições de outubro. Além de Toninho Pop o programa conta com quadros temáticos como o “É Chumbo Grosso” que trata da segurança pública e “Direito à Saúde”.

Os convidados dos quadros já foram candidatos e são pré-candidatos. No quadro É Chumbo Grosso, o especialista convidado é o delegado da polícia civil do DF, Mauro César e no quadro Direito à saúde, o convidado é Jorge Vianna, que é enfermeiro.

Os quadros são segmentados e aproximam os pré-candidatos de suas classes profissionais, os policiais civis e os enfermeiros, além deste ganho eles ainda passam a ser conhecidos fora dos seus segmentos, dialogando com toda a sociedade e o mais importante, tratando de temas que são de interesse de todos.

O mais fantástico nesta construção de imagem é que a comunicação saiu do rádio e invadiu as ruas de todo o Distrito Federal. O programa tem outdoors espalhados que estampa o dia, o horário, a sintonia da rádio, a foto dos participantes com seus temas específicos e até mesmo o site pessoal.

Esta divulgação agrega à imagem de todos: rádio e apresentadores pré-candidatos. Essa ação de marketing político trabalha a imagem da forma que o marketing político deve ser, durante todo o tempo, e não apenas na campanha eleitoral, que é o marketing eleitoral.

No DF, temos outros exemplos de programas de rádio que agregam a imagem de políticos, mas este caso é especifico por conta da interação da comunicação dentro e fora da rádio.

Vale ressaltar que além da construção da imagem, o programa tem uma fórmula perfeita que une informação, notícia, humor, cultura e no que diz respeito à política os dois lados são ouvidos, seja da situação ou da oposição.

Por Sandro Gianelli

    1 Comment

  1. Sandro, concordo com suas afirmações e existe muito mais alternativas. No Guará existe a Rádio Comunitária Guará FM. Há vários programas: O Programa Guará Vivo é um deles. Todos os sábados de 10:30 horas começa o Programa com músicas selecionadas, informações atuais da mídia Nacional, Distrital e Local. Além disso tem entrevistas interessantes com pessoas que se destacam na comunidade. Por lá já passaram, O Senador Rodrigo Rollember,o Dep. Policarpo, o Dep. Alírio Neto, a Dep. Erika Kokay, a Deputada Eliana Pedrosa, a Deputada Liliane Roriz, O Dep. Prof. Israel, o Administrador Regional, vários pioneiros, como o Cipriano, a Marcia Fernandez, O Padre Ademar Tramontin, O Pastor Marcos e muitos outros. Uma das características que traz credibilidade ao nosso programa é a imparcialidade O Programa já está a mais de dois anos no Ar e pode ser acessado de duas maneiras: Pelo site http://www.guarafm.com.br, ou pelo dial 98,1. Gostaria de recebe-lo em qualquer sábado para a gente bater um papo sobre o momento atual. Meu telefone é 9665-1517, ou 35680058. Aprecio muito suas matérias e acompanho as info do seu site. Abração.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *